FixedFloat Blog

Nossas notícias, guias e tutoriais sobre criptomoedas

Aumento das miner fees na rede Ethereum

A demanda por transações Ethereum continua crescendo dia a dia devido à criação de novos serviços descentralizados e tokens baseados em ETH. Por causa disso, há um aumento sem precedentes na comissão da rede. As taxas de transação atingiram um pico nunca visto desde o início da rede. O problema está saindo do controle, mas ainda não há uma solução rápida e clara. Mas se isso causa desconforto para os usuários, já que eles têm que pagar grandes comissões, então os mineiros ganham dinheiro com isso.

Qual é a miner fees?

A miner fees é uma taxa para os mineiros processarem uma transação. Na rede Ethereum, a cobrança é fornecida para a realização de quaisquer ações — transferência de fundos, execução de funções fornecidas por smart contracts, transferência de tokens. O pagamento é creditado ao minerador que primeiro criou o bloco.
Nosso trocador leva em consideração duas comissões — nossa comissão e a taxa do minerador. Essas comissões estão incluídas na taxa de câmbio.

O que é GAS?

GAS é uma unidade utilizada para indicar o valor da comissão por uma determinada ação computacional. O preço do GÁS representa a quantidade de ETH que você está disposto a gastar em cada unidade de gás. É medido em "Gwei". Quanto mais você definir o preço do GAS, maior será a prioridade da sua transação e mais rápido ela será processada.

Como o GAS é calculado?

É muito difícil calcular a quantidade exata de ETH para enviar uma transação. Se você deseja enviar tokens no blockchain ETH, você deve ter ETH em seu saldo para pagar a comissão. É necessário que o valor de ETH na carteira seja ligeiramente superior à comissão média da rede no momento. A comissão média pode ser estimada usando o serviço analítico Blockchair.

É importante notar que para smart contracts, o custo por comissão é maior do que para transações regulares na rede ETH. O financiamento descentralizado (DeFi) funciona com smart contracts, e é por isso que o custo de sua comissão também depende da carga da rede. Recentemente, essa dependência tem sido especialmente perceptível — a rede ETH está muito carregada, as taxas aumentaram significativamente.

Crescimento da comissão Ethereum

As taxas cobradas pelas transações feitas na rede Ethereum estão crescendo em um ritmo muito acelerado. Se até meados de julho as comissões flutuassem na faixa de $0.4-0.7, então, de acordo com dados do Blockchair em 2 de setembro de 2020, um máximo histórico foi registrado — a comissão média por transação foi de $15.

Por que as comissões estão crescendo?

Entre as principais razões para o aumento dos preços de transação estão a popularidade dos serviços de financiamento descentralizado (DeFi) e stablecoin Tether (USDT). Todos os dias, há mais de 500.000 endereços ativos na rede ETH, com os quais a rede dificilmente consegue lidar. Um grande número de transações com altas comissões exclui aqueles que definem as comissões mais baixas. Assim, os usuários são obrigados a aumentar a comissão para receber seus fundos.

A rede Ethereum tem largura de banda limitada. E quanto mais recursos são gastos em contratos inteligentes, mais lento ele funciona. Por causa disso, os usuários precisam aumentar as taxas para tornar suas transações mais rápidas.

Resolvendo o problema das altas comissões

Os desenvolvedores do Ethereum estão discutindo possíveis soluções para o problema das altas taxas na rede ETH. A possibilidade de implementar um protocolo de criptomoeda denominado EIP-1559, proposto por Vitalik Buterin e outros desenvolvedores, está sendo considerada. Também uma das opções consideradas pelos desenvolvedores é criar uma atualização Ethereum 2.0.

Mas até o momento esse problema não foi resolvido, por isso não é lucrativo fazer trocas por pequenas quantias. Caso contrário, existe o risco de o valor da comissão constituir uma parte significativa da troca ou mesmo excedê-la.